Total Recall



Total Recall
Desafio Total

Realizador: Len Wiseman
Ano: 2012
Género: Acção, Aventura e Ficção Cientifica.
Imdb
Trailer 1
Trailer 2
Site Oficial


"You're going to wish you had three hands."

Mais um remake... Será que Hollywood ficou finalmente nem ideias originais ou querem simplesmente fazer dinheiro com um titulo que com o tempo ganhou o estatuto de culto.
Sinceramente não me recordo se vi alguma vez o filme original (blasfémia?), mas acho que todas as pessoas conhecem algumas das suas cenas mais icónicas. Assim, vou falar sobre o filme como uma obra original, tentando não fazer comparação com o filme original (até porque tenha visto ou não só me consigo recordar de algumas cenas).

O filme, baseado vagamente na obra We Can Remember It for You Wholesale de Philip K. Dick, passa-se no futuro, onde um trabalhador farto da sua vida vai a uma empresa para lhe ser implementado recordações de uma vida diferente.

Imediatamente o que sobressai no filme é o seu ambiente visual. Nesse campo, o filme é belíssimo e não deixa de surpreender praticamente durante toda a sua duração, demonstrando a evolução técnica cada vez maior nessa componente (trazendo o melhor e o pior para as obras cinematográficas).

A execução de enredo não apresenta nada de novo ou de revolucionário, mas também não defrauda o espectador, ou seja, sabe qual é o seu género e o seu público alvo e segue sempre por essa lógica, conseguindo agarrar o espectador durante a grande maioria do filme.

Sendo este um filme maioritariamente de acção, a violência apresentada não é especialmente forte, existindo até algumas cenas e coreografias bastante interessantes.

Tal como indicado acima, o ambiente visual é bastante impressionante e embora esse seja um ponto forte é também um dos pontos fracos do filme, devido ao uso excessivo do CGI, fazendo com que o filme sofra do mal style over substance, independentemente de saber qual o seu público alvo.

Quantos aos actores, e com excepção dos principais (Colin FarrellKate BeckinsaleJessica Biel), todos os restantes têm interpretações competentes, embora não exista nenhuma memorável (compreensível dado o tempo mais reduzido delas e o seu pouco desenvolvimento). Quando ao triângulo principal, as interpretações são bastante sólidas, embora Colin Farrell não tenha o carisma que me parece que Schwarzenegger conseguiu na versão original (sim, eu sei que disse que não ia comparar, até porque não me recordo de ver o filme, mas pelas cenas que vi, é a ideia que dá), o que faz com que o filme perca alguns pontos.

Terminando, não consigo ter uma opinião muito clara sobre o filme, porque embora pareça que aposte muito no ambiente visual e menos no desenvolvimento da história e das personagens, ainda assim vi o filme com bastante interesse e não senti-me defraudado no final, ou seja, entreteve.
E não será isso um dos objectivos principais de um filme?


Pontos fortes:
  • Ambiente visual;
  • Kate Beckinsale
  • Algumas sequências de acção.

Pontos fracos:
  • Ambiente visual;
  • Carisma de  Colin Farrell;
  • Personagens secundárias pouco desenvolvidas.


Posters: